terça-feira, 8 de dezembro de 2009

'XUXU' BELEZA... TOMATE MARAVILHA... É A ÚLTIMA MODA!!!

Citando parte da música de Arnaldo Baptista, parece que sempre tem um alimento mágico em evidência. Quando não é o salmão que faz maravilhas pelo nosso corpo, é a laranja que é a 'tetéia' da história, ou o tomate que ajuda na prevenção do câncer de próstata.

Ok! É lógico que não vou falar contra nenhum desses alimentos. Muito pelo contrário. Com certeza, todos eles contribuem para que nosso corpo seja mais saudável.

O salmão (e outros peixes encontrados em águas frias) é uma fonte generosa de ômega 3, uma gordura chamada essencial e que reduz os níveis sanguíneos de triglicerídeos e do LDL ou mau colesterol, prevenindo doenças cardiovasculares.

A laranja é uma das frutas mais ricas em vitamina C, nutriente que faz parte da primeira linha de defesa do organismo, possui função antioxidante e favorece a absorção e o metabolismo do ferro.
Fonte de licopeno, um poderoso antioxidante, o tomate (e principalmente o seu molho) tem participação importante na prevenção de alguns tipos de câncer, entre eles o de próstata e o de pele.


Porém, devemos lembrar que nenhum alimento é completo. Apesar de muitos alimentos, como esses citados acima, serem 'quase perfeitos', nenhum deles realiza milagres! O que devemos nos concientizar é que quando um alimento ganha em um nutriente, ele acaba deixando a desejar em outro. Muitos nutrientes presentes em grande quantidade na manga, por exemplo, não ganham destaque na composição da uva, e vice-versa.

Na nossa dieta diária, o que vale mesmo é a variedade, essa sim é a principal qualidade de uma alimentação saudável! Por isso pessoal, nada de investir em overdose de um só alimento, vamos balancear essa dieta hein!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

CADA MACACO NO SEU GALHO!!!

De repente, não seria melhor tanto para quem procura um serviço (cliente, paciente, aluno, hóspede... ) quanto para aquele que oferece o serviço (nutricionista, médico, educador físico, vendedor de suplementos....) que cada um fizesse somente o que lhe compete e que ninguém se metesse no trabalho do outro profissional?

Se um pessoa estuda tantos anos, investe tanto tempo e dinheiro para se tornar um profissional de qualidade, não seria mais adequado que os profissionais de outras áreas não colocassem o 'bedelho' naquilo que não conhecem o suficiente?

O cliente ganharia com a segurança de um serviço de qualidade, e o profissional não perderia o crédito, mas sim, ganharia a confiança de que não assume o que não sabe, e não pode!

Fica a dica: cada macaco no seu galho!!!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

A PRESSA E OS KG A MAIS

Você tem o costume de estar sempre com pressa, inclusive não consegue nem parar para comer direito, abusando de fast foods? Provavelmente você esteja comendo mais do que precisa para manter a boa saúde (e a boa forma!).

Pesquisas indicam que comer mais rapidamente pode atrapalhar a liberação de hormônios responsáveis pela sensação de satisfação, fazendo com que as pessoas comam em excesso. Portanto, colocar menores quantidades de alimento na boca e mastigar por mais tempo pode ajudar no controle do peso.

Uma nova pesquisa publicada no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism avaliou 17 homens saudáveis que tiveram que, em duas ocasiões diferentes, comer 300 ml de sorvete em cinco e 30 minutos. Analisando amostras de sangue, os pesquisadores observaram que, ao comer mais devagar, os voluntários tinham maior resposta do peptídeo anorexigênico, o que leva a uma redução do apetite.

Nos dias corridos atuais, quando degustar os alimentos se tornou raridade para muitas pessoas, pode estar aí um aspecto importante para a compreensão dessa epidemia de obesidade que estamos vivendo.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

CÁLCULOS RENAIS


Doença silenciosa que só se manifesta quando as pedras já estão dentro dos rins, o cálculo renal é formado quando ácido úrico, cálcio, fósforo e cistina concentram-se em tamanha quantidade na urina a ponto de se unir e formar os cristais, as chamadas "pedras nos rins".

Adotar hábitos alimentares saudáveis é de extrema importância para prevenir o aparecimento ou a reincidência de cálculos renais. Algumas dicas importantes:

  • Beba mais água! O líquido universal (não, o líquido universal não é a coca-cola!) elimina os resíduos minerais impedindo o acúmulo que forma as pedras. A recomendação é de 2 a 3 litros/dia.

  • Consuma menos sódio! O acúmulo de cálcio pode estar ligado à quantidade de sal ingerida, pois o sódio favorece a eliminação de cálcio pela urina, aumentando as chances de o mineral acumular-se nos rins. Limite o consumo de sal a 6g/dia, lembrando que nesse número já está incluído aquele presente em alimentos industrializados.

  • Reduza a ingestão de carne vermelha e controle o consumo de proteínas de origem animal! A proteína de origem animal aumenta a acidez da urina e age semelhante ao sal, incentivando a eliminação de cálcio pela urina.

  • Controle o consumo de alimentos ricos em oxalatos! Cerveja, bebidas achocolatadas, refrigerantes do tipo cola e alguns vegetais como o espinafre e a beterraba são ricos em ácido oxálico, prejudicando a absorção do cálcio.
  • Inclua frutas cítricas na alimentação diária! O citrato encontrado nas frutas como laranja, limão e acerola dificulta a união entre as partículas que formam os cálculos, inibindo o desenvolvimento de pedras nos rins.

Outra dica importante contra os cálculos renais é praticar exercícios físicos. Especialistas afirmam que pessoas sedentárias tem maior propensão a desenvolver esses cálculos.

São detalhes que podem fazer a diferença para a saúde de nossos rins!

NÃO AO ATO MÉDICO!!!


Manifesto aqui a minha revolta, e com certeza a de outros profissionais da área da saúde (psicólogos, fisioterapeutas, educadores físicos, enfermeiros, fonaudiólogos, biomédicos, dentre outros) em relação a este Projeto de Lei do Ato Médico!

Até quando a classe médica vai continuar com a prepotência de achar que são os donos da verdade e superiores aos demais profissionais? Se realmente aprovada no senado, essa lei será um retrocesso no caminho da conquista da multidisciplinaridade nas práticas de saúde. Não estudei sete anos da minha vida para depender da boa vontade de um médico em prescrever ao seu paciente que procure uma nutricionista!!!

Apenas para informar, o artigo 4º do projeto diz o seguinte:

"São atividades privativas do médico:I – formulação do diagnóstico nosológico e respectiva prescrição terapêutica"

Portanto, de acordo com esta lei, fica sendo atividade exclusiva do médico definir como vai ser feito o tratamento de qualquer tipo de problema que a pessoa tenha. Toda vez que uma pessoa estiver com excesso de peso, ou apresentar algum trauma psicológico, por exemplo, terá que ir primeiramente ao médico para só depois, dependendo do que o "doutor" indicar, poder procurar uma nutricionista ou psicóloga! Portanto, podemos perceber o quanto essa lei afetaria a vida não só dos profissionais da saúde, como também de toda população.

Vamos exigir a mudança na redação do projeto de lei enquanto ainda há tempo, para que se possa restringir aos médicos o prognóstico, o diagnóstico e a prescrição terapêutica apenas em sua área de atuação!!!


E como fazer isso? Vamos mandar email, telefonar, entrar em contato com os nossos excelentíssimos senadores...

...ou entrar diretamente no site http://www.atomediconao.com.br/

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

CASTANHAS O ANO INTEIRO!

Alimentos que costumam aparecer nos cardápios principalmente em épocas natalinas, as castanhas fazem parte de um grupo que, quando consumidos com moderação, durante o ano inteiro, podem trazer muitos benefícios a nossa saúde.

As castanhas, pertencentes à família das oleaginosas, são uma boa fonte de proteína vegetal e arginina, fibra, minerais e nutrientes antioxidantes. Por ser ricas em ácidos graxos insaturados (mono e polinsaturados), o seu consumo está relacionado à redução do risco de doenças cardiovasculares, principalmente por reduzir os níveis de colesterol total, LDL colesterol (ou mal colesterol) e triglicerídeos. Da mesma forma, a presença de quantidade considerável de L-arginina, um aminoácido vasodilatador, pode contribuir para a diminuição da pressão arterial. E mais um súper benefício: o seu alto teor de selênio, vitamina E e zinco ajuda na prevenção de tumores, fortalece o sistema imunológico (ótima proteção contra as novas e antigas gripes!) e protege contra a ação dos
radicais livres.


Estudos recentes indicam que pessoas que ingerem castanhas, nozes e sementes afins com frequência (5x/semana) tem menor incidência de doenças cardiovasculares do que aqueles que ingerem uma vez ou menos. Porém, por serem altamente calóricos, se você está com excesso de peso, consuma esses alimentos no lugar de outros de valor calórico semelhante, e principalmente por aqueles fontes de gorduras saturadas, como queijos e manteiga.


OBS:

  • geralmente esses petiscos são torrados e salgados, por isso, principalmente se você tem a pressão elevada, prefira os sem sal.

  • cuidado com a origem para evitar a contaminação por fungos. Nunca coma castanhas e nozes mofadas ou que tenham gosto duvidoso.

  • prefira embalagens vedadas e opacas, pois a luz diminui as propriedades benéficas das castanhas. Da mesma forma, procure guardá-las na geladeira.

  • estão incluídas no grupo das castanhas ainda: nozes, amêndoas, avelãs, macadâmias e pistaches.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

RESTRIÇÃO DE ADITIVOS EM BEBIDAS ALCOÓLICAS


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu, nesta terça-feira, dia 11 de agosto, o uso de aromatizantes sintéticos e de corantes em licores, aperitivos e bebidas mistas com graduação alcoólica de até 15%, derivadas da uva e do vinho.

De acordo com a diretora da Anvisa, Maria Cecília Brito, o objetivo maior da restrição é evitar que o consumidor seja induzido ao engano, já que esses corantes e aromatizantes, em bebidas derivadas da uva e do vinho, permitem que licores, aperitivos e coquetéis fiquem com aspecto muito parecido com o vinho.

Mais informações podem ser conferidas no site da Anvisa.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

DICA DE SITE



Amanhã, dia 8 de agosto, é o Dia Nacional de Controle do Colesterol. Por isso, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) lança uma campanha sobre o colesterol, um fator de risco para 8% das mortes causadas no País por doenças não transmissíveis, e alerta para o fato de que 50% dos médicos não demonstram preocupação com o nível de colesterol de seus pacientes.

Confira no site da SBC os testes que avaliam como está sua saúde, a cartilha para o coração, receitas saudáveis e outras informações bastante úteis.

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

COMPULSÃO NO FINAL DO DIA


Você chega em casa depois do trabalho e bate aquela vontade louca de comer tudo que aparece pela frente? Pão, bolacha, salgadinho, bolo, chocolate, amendoim.... e parece que nada te satisfaz?

A causa desse desespero por comida, principalmente por "bobagens", pode ser a falta de regularidade da alimentação e a queda natural dos níveis de serotonina que ocorre nesse horário. Uma maneira de se prevenir contra essa compulsão por alimentos é comer em intervalos de 3 a 4h, fazendo lanches saudáveis entre as refeições principais.
Por isso, nada de ficar a tarde inteira sem comer de novo né!

quinta-feira, 23 de julho de 2009

AZEITE DE OLIVA

Arma contra a obesidade

O azeite de oliva é um tipo de óleo produzido única e exclusivamente a partir de azeitonas, fruto de uma árvore chamada oliveira. Sendo um dos ingredientes mais consumidos pelos povos mediterrâneos, contem gorduras e antioxidantes fundamentais para a saúde e beleza. O azeite é rico em gorduras monoinsaturadas, como o ácido oléico, e pobre em saturadas, o que favorece o controle do colesterol, pois pode ajudar a reduzir o colesterol "ruim" (LDL) no sangue, mantendo o nível de colesterol "bom" (HDL).

Um novo estudo da Universidade de Navarra (Espanha) confirmou que uma dieta rica em azeite de oliva virgem contribui para a redução do peso corporal. A pesquisa ocorreu com 1055 pessoas da cidade de Navarra, as quais foram orientadas a substituir seu padrão alimentar por uma dieta mediterrânea (tipo de alimentação característica de alguns países da região do mar Mediterrâneo), a qual consistiu de alta ingestão de frutas e verduras, cereais integrais e peixes, do uso de azeite de oliva virgem como principal fonte de gorduras, e a recomendação de elevado consumo de legumes e frutas secas. A dieta, que foi seguida durante 3 anos, aumentou a capacidade antioxidante do organismo e resultou em um menor peso corporal dos participantes. Da mesma forma, o estudo revelou que o efeito protetor da dieta mediterrânea em relação ao aumento de peso é maior em pessoas predispostas geneticamente a um maior ganho de peso.

O trabalho de Cristina Razquin obteve o primeiro prêmio concedido pela Associação Européia para o Estudo da Obesidade na categoria "Prevenção e Promoção da Saúde", no Congresso Europeu sobre Obesidade de 2009.

Fonte: Universidade de Navarra

A seguir, algumas receitas em que você pode utilizar o Azeite de Oliva:

Talharim com Rúcula e Ricota

Ingredientes:
  • 350g de ricota

  • 6 colheres de sopa de azeite de oliva

  • talharim

  • folhas de rúcula

  • azeitonas pretas

Modo de Preparo:
Misture a ricota com o azeite de oliva até obter uma massa macia e homogênea, pode acrescentar um pouco da água do talharim. Coloque sobre a massa cozida, acrescentando um punhado de folhas de rúcula e azeitonas pretas.


Torta de Azeite de Oliva

Ingredientes:

  • 250ml de azeite de oliva extra virgem

  • 225g de açúcar

  • 2 ovos

  • 450g de farinha de trigo

  • 325g de uvas passas pequenas (sem semente)

  • 350ml de leite

  • 2 colheres de bicarbonato de sódio

  • 2 colheres de canela

Modo de Preparo:
Descanse por 5 minutos o azeite de oliva com o açúcar e os ovos . Coloque esta massa em um recipiente com a farinha, as uvas passas, o leite, o bicarbonato de sódio e a canela. Misture bem. Coloque ao forno por 1 hora a temperatura média.

Salada de Alface, Rúcula, Ovos e Pimentão

Ingredientes:

  • 3 dentes de alho descascados picados

  • 5 colheres (sopa) de azeite de oliva

  • 1 pé de alface crespa

  • 1 maço pequeno de rúcula

  • 12 ovos de codorna cozidos e sem casca

  • 1 pimentão em conserva cortado em tiras finas

  • 100 g de azeitonas pretas médias

  • sal a gosto

Modo de Preparo: Frite o alho no azeite de oliva até dourar. Retire do fogo, misture o sal e deixe amornar. Lave a alface e a rúcula e seque com toalha de papel. Disponha numa saladeira, distribua os ovos inteiros ou partidos ao meio, o pimentão e as azeitonas. Regue com o alho frito e o azeite.


OBS: Ao observar a prateleira de óleos no supermercado, você encontra vários tipos de azeite de oliva, em variados tipos de embalagens. O azeite que melhor mantém as características benéficas é o AZEITE EXTRA-VIRGEM, obtido através da extração por processo de prensagem mecânica das azeitonas, com aroma e sabor impecável, e que apresenta menos de 1% de acidez. Quanto à embalagem, prefira aqueles que estejam em latas ou vidro escuro, pois a luz favorece a perda dos nutrientes benéficos do azeite.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

RECEITAS SEM GLÚTEN

BOLO DE FARINHA DE MILHO

Ingredientes:

  • 4 ovos
  • 2 copos de leite
  • 2 copos de açúcar
  • 1 copo de óleo
  • 2 copos de farinha de milho
  • 1 pacote de coco ralado
  • 1 colher ( sopa ) de fermento

Modo de preparo:
Bater no liquidificador todos os ingredientes. Levar ao forno pré aquecido em assadeira untada e polvilhada com creme de arroz.


PANQUECA

Ingredientes:

  • 1 copo (requeijão) de amido de milho
  • 1 copo (requeijão) de leite
  • 1 ovo
  • 1 colher ( sopa ) de queijo ralado
  • sal a gosto

Modo de preparo:

Bater tudo no liquidificador e colocar porções da massa em frigideira ou panquequeira, levemente untada. A massa fica melhor se descansar por 1 hora. Recheio e molho de sua preferência.


FARINHA SEM GLÚTEN

Ingredientes:

  • 3 xícaras de farinha de arroz
  • 1 xícara de fécula de batata
  • ½ xícara de polvilho doce

Modo de preparo:
Misturar bem e guardar em pote bem fechado.


PÃO DE ARROZ INTEGRAL COZIDO

Ingredientes:

  • 2 xícaras de arroz integral bem cozido
  • 1 xícara de amido de milho
  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de óleo de canola
  • 2 colheres de chá de fermento em pó (Royal ou similar)
  • 1 xícara de leite (200 ml) ou água 150 ml
  • 1 pitada de sal
  • 1 queijinho Polenghi (20 g) ou 1 colher de requeijão ou margarina

Modo de preparo:
Coloque no liquidificador o leite, os ovos e o arroz e bata em potência máxima, até o arroz ficar desmanchado. Coloque o requeijão e o óleo e bata mais. Coloque a massa que bateu no liquidificador em uma tijela e misture o amido de milho com o fermento e o sal. Unte uma forma de pão ou 12 forminhas de empadinhas e asse no forno médio por mais ou menos 30 minutos. Para ver se está pronto espete com um palito que deve sair seco. O pão fica com umidade e consistente, sem esfarelar. Para guardar enrole bem em plástico e coloque na geladeira, antes de comer aqueça.

Se você quiser pode usar a mesma receita para fazer uma cuca de banana ou maçã, basta acrescentar 1/2 ou 1 xícara de açúcar e depois de colocar a massa na forma colocar fatias de maçã ou banana por cima e polvilhar com açúcar e canela. Pode também usar a receita para fazer pizza, basta colocar uma camada fina da massa em um forma de pizza.

Maiores informações e outras receitas para celíacos, acesse o site da ACELBRA - Associação dos Celíacos do Brasil.

terça-feira, 21 de julho de 2009

DOENÇA CELÍACA


Geralmente começa com um quadro de diarréia que não melhora, acompanhado de distensão e dor abdominal. Algumas vezes a diarréia dá lugar ao intestino preso, podendo também surgir sintomas como vômitos, irritabilidade, falta de apetite, manchas nos dentes, aftas, alergias na pele. Com o tempo, se não descoberta, pode levar à desnutrição e baixa estatura (em crianças).

A doença celíaca é uma intolerância permanente ao glúten, de origem genética, que se caracteriza pela inflamação da mucosa do intestino delgado, prejudicando a absorção dos alimentos. Para quem ainda não sabe, o glúten é a principal proteína presente no trigo, aveia, centeio e cevada, cereais muito utilizados na composição de alimentos, medicamentos, bebidas industrializadas, assim como cosméticos e outros produtos não ingeríveis.

Retirar todos os alimentos e preparações que contenham o glúten é o único tratamento para os celíacos. Vale dizer que não se deve comer nem "só um pouquinho" desses alimentos. Deve-se substituir os ingredientes que contenham glúten por outras opções como o uso de farinha de arroz, amido e farinha de milho, fubá, farinha de mandioca, polvilho e fécula de batata. Pães, bolos, bolachas, macarrão, coxinhas, quibes, pizzas, cervejas, whisky, vodka, etc, quando estes alimentos possuírem o glúten em sua composição ou processo de fabricação, "nem pensar"!

A vigilância da dieta deve ser permanente, já que a ingestão de glúten pode acontecer sem que se perceba, como por exemplo:
- através de óleo de fritura utilizado no preparo de alimentos com glúten e depois para a fritura de alguma preparação sem glúten;
- utilização da mesma faca para se passar margarina em pão com glúten e depois passar em bolacha sem glúten;
- usar tabuleiros ou formas polvilhadas com farinha de trigo e depois reutilizá-las para os produtos sem glúten, sem que tenham sido bem lavadas.

OBS: O glúten não desaparece quando os alimentos são assados ou cozidos.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

PAIS SUBSTITUEM AMAMENTAÇÃO POR PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS


Uma pesquisa do Departamento de Pediatria da UNIFESP, realizada em 2007, indicou que os pais estão trocando a alimentação saudável dos filhos, e até mesmo a amamentação exclusiva, por alimentos ricos em gorduras e açúcares.

O estudo, realizado com 270 pais de crianças freqüentadoras de berçários de creches públicas e filantrópicas da capital paulista, aponta que a introdução de alimentos industrializados começa antes dos três meses de idade, e são ofertados às crianças por 67% dos pais que, em sua maioria, são jovens, com baixa escolaridade e menor poder aquisitivo.

De acordo com a nutricionista e autora da pesquisa Maysa Helena de Aguiar Toloni, esse comportamento interfere negativamente no crescimento e desenvolvimento infantil, podendo desencadear processos alérgicos, carências de vitaminas e minerais, obesidade infantil e o surgimento, cada vez mais precoce, de doenças como diabetes e cânceres.

Vale ressaltar que a amamentação deve ser exclusiva até os seis meses de vida, sendo desnecessária a oferta de água, chás ou qualquer outro alimento sólido ou líquido. Somente após os seis meses é que a criança está preparada para receber, de forma lenta e gradual, outros alimentos adequados à idade, devendo-se manter o leite materno até, no mínimo, os dois anos de idade.

Podemos perceber a importância de políticas públicas na resolução desse problema, com medidas educativas e preventivas que incentivem o consumo de frutas e hortaliças e restrinjam a propaganda de alimentos infantis industrializados, o que pode colaborar para a formação de hábitos alimentares saudáveis desde a infância.

Fonte: UNIFESP

sexta-feira, 10 de julho de 2009

DICA DE SITE


DE OBESO A MARATONISTA!

Interessante vídeo e entrevista com Ailson Leme Siqueira Junior no Jornal Pioneiro de 09/07/2009, por Nádia De Toni. Ailson dá uma bela lição de como emagrecer com saúde, sem perder a motivação!


O INCRÍVEL ABACATE

Um alimento que sempre foi considerado o vilão da família das frutas vem ganhando destaque nos últimos tempos por suas propriedades benéficas para a nossa saúde. O abacate é uma fruta riquíssima nutricionalmente, ótima fonte de vitaminas E e C e, recentemente, pesquisas tem mostrado que ele contém fitonutrientes (nutrientes naturais da planta) que reduzem o risco de doenças cardiovasculares e câncer, entre outras.

Além dos fitonutrientes mencionados, o beta sitosterol, que auxilia na redução dos níveis de colesterol, e a glutatoína, que age como antioxidante, combatendo a ação dos radicais livres, o abacate é rico em gordura monoinsaturada, a qual pode aumentar as taxas de HDL - o bom colesterol - e diminuir o colesterol total no sangue.

Quanto às pessoas que tem receio de consumir abacate e ganhar alguns quilos extras devido ao alto teor de gordura da fruta, podem ficar tranquilas e, com moderação, adicioná-lo em sua alimentação. Estudiosos tem recomendado o consumo de meio abacate pequeno, 3 a 4 vezes por semana, para quem deseja alcançar os benefícios encontrados nas pesquisas.

Algumas dicas para a auxiliar na preparação:
  • para que o creme de abacate não escureça, depois de pronto coloque-o em um prato fundo e ponha o caroço da fruta, sem lavar, bem no meio do prato, guardando-o na geladeira até a hora de servir;

  • para pratos salgados, só use abacates bem maduros, caso contrário ficarão muito amargos;

  • para que o abacate cortado não escureça e não se deteriore rapidamente, esprema limão e deixe o caroço na parte que restar;

  • para conservar o abacate maduro, envolva-o com um pano úmido e coloque na geladeira, voltando a umedecer quando o pano secar.

RECEITA:

Patê de Abacate com Azeitona

Ingredientes
  • 1/2 abacate amassado
  • 1 colher de sobremesa de tahine salgado (pasta de gergelim)
  • 10 azeitonas pretas picadas
Preparo

Amasse e misture todos os ingredientes até obter uma consistência cremosa. Tempere a gosto.

terça-feira, 7 de julho de 2009

COLESTEROL E MAL DE ALZHEIMER


Mais uma grave consequência do colesterol elevado! Um novo estudo publicado no Journal of Neurosciences aponta que esse aumento pode promover o estresse oxidativo no Mal de Alzheimer.

O Alzheimer, a forma mais comum de demência, é uma doença neurodegenerativa que leva à progressiva perda de memória e à deterioração cognitiva como resultado da morte de neurônios. Devido à ausência de terapias eficazes e à taxa de prevalência da doença, que aumenta a cada ano, o Alzheimer é um dos maiores desafios da área da saúde do mundo ocidental.

Ainda não se conhece exatamente o mecanismo de desenvolvimento da doença, mas é provável que ela seja resultado de muitos processos defeituosos interrelacionados, e a hipercolesterolemia (colesterol elevado) constitui, juntamente com a idade avançada, um dos fatores de risco principais para o Mal de Alzheimer. Portanto, mais uma razão para nos alimentarmos de maneira saudável e consciente.




Alimentos que aumentam o colesterol e que devemos consumir de moderação:
  • margarina comum (80% lipídios), manteiga, creme de leite, leite/iogurte/coalhada integrais, queijos cremosos e amarelos (prato, parmesão, mussarela), nata de leite, gordura hidrogenada, banha animal, óleo e leite de coco;
  • bacon, toucinho, lingüiças, salame, presunto, mortadela;
  • pele de aves, gordura visível da carne, rim, fígado, coração;
  • produtos industrializados congelados (empanados, hambúrguer);
  • pães doces com cremes, biscoitos recheados, amanteigados, wafers;
  • massas com molhos cremosos: à base de molho branco ou queijos;
  • sorvetes cremosos ou com gordura vegetal hidrogenada, massas folheadas ou massa "podre", croissants, tortas, mousses;
  • frituras (não reutilizar óleo de frituras mais de uma vez).
Fonte: SINC

segunda-feira, 6 de julho de 2009

DICAS PARA ENFRENTAR A CELULITE


CELULITE! Toda mulher tem total aversão a essa palavra, um mal que atinge 11 em cada 10 mulheres no mundo. O aparecimento de ondulações na pele, dando um aspecto de casca de laranja ou de colchão, ocorre principalmente quando a mulher entra na puberdade, e são apontadas como causas as alterações hormonais, predisposição genética, pílula anticoncepcional, falta de atividade física e a má alimentação.

Já que a eliminação total desses malditos furinhos parece ser impossível (Deus queira que um dia a tecnologia consiga criar uma pílula que suma com eles de uma vez por todas), o jeito é tentarmos evitar que a celulite se alastre pelo nosso corpo. Dois fatores combinados podem nos ajudar a enfrentá-la: a prática de exercícios físicos e a adoção de uma alimentação saudável.

A adesão a uma reeducação alimentar, com uma consequente baixa ingestão de sal e de produtos contendo sódio (embutidos, enlatados, caldos e temperos prontos, etc), açúcar, gorduras e bebidas alcóolicas, assim como o consumo aumentado de frutas e vegetais, pode contribuir para a prevenção e controle da celulite. Da mesma forma, é indispensável aumentar o consumo de líquidos, principalmente água, para repor os líquidos corporais e eliminar as toxinas que contribuem para que a celulite apareça (ou permaneça).

Associando os cuidados com a alimentação à prática da atividade física, fica mais fácil e mais próxima a diminuição e possível eliminação desses malditos furinhos. E o acompanhamento de um nutricionista e de um educador físico pode ajudar bastante nessa missão.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

MAIS UM MOTIVO PARA EVITAR O FUMO!


Que fumar faz muito mal para a saúde, ninguém mais duvida. Agora um novo estudo publicado no The Journal of Headache and Pain relaciona o tabaco como fator de predisposição para as enxaquecas, um tipo de dor de cabeça, e afirma que fumar mais de 5 cigarros ao dia aumenta as chances de ter tais dores.

O estudo foi realizado com 361 estudantes de medicina da Universidade de Salamanca (Espanha), e demonstrou que a prevalência de fumantes ativos é um terço mais alta em pessoas com enxaquecas, e que há uma relação direta entre o número de cigarros e a frequência das crises.

Portanto, mais um motivo para evitarmos esse vício!


Fonte: SINC

quarta-feira, 24 de junho de 2009

NOVA NORMA PARA AS EMBALAGENS DE OVOS


Foi aprovada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), no último dia 16, uma norma que determina a obrigatoriedade, nos rótulos de todos os ovos vendidos no país, de advertências sobre o consumo e preparo do alimento. Será necessário que as embalagens contenham as seguintes frases: “Manter ovos preferencialmente refrigerados” e “O consumo deste alimento cru ou mal cozido pode causar danos à saúde”.

Depois de publicada, as empresas terão 180 dias para se adaptar a nova regra. O objetivo é alertar a população sobre maneiras que podem ajudar a evitar a transmissão da Salmonella pelo ovo, bactéria muito comum na casca e no interior deste alimento cru e que pode causar infecções alimentares.

De acordo com estudo do Ministério da Saúde, o ovo é o principal alimento envolvido em surtos de doenças transmitidas por alimentos no país. Entre 1999 e 2007, o consumo de ovos crus ou mal cozidos foi responsável por 22,6% dos 5.699 casos desse tipo de doença notificados. O estudo demonstra, ainda, que as residências são os locais com maior ocorrência desses surtos, com 48,5% do total, seguidas de restaurantes (18,8%) e escolas (11,6%). A maioria dos surtos é causada especificamente pelo consumo de ovos ou maionese caseira contaminados, principais meios de veiculação da bactéria.

Vale lembrar que os principais sintomas da doença são dores abdominais, diarréia, calafrios, náusea e vômito.

Algumas dicas da ANVISA para evitar essa infecção alimentar:

1. Lavar bem utensílios e mãos depois de manipular carne de aves e ovos crus;
2. Cozinhar bem os alimentos;
3. Evitar consumo de produtos preparados como ovos crus;
4. Não usar os mesmos para preparar alimentos crus e cozidos;
5. Guardar na geladeira os alimentos preparados no fogão, mesmo que ainda estejam quentes;
6. Proteger os alimentos do contato com animais como aves, insetos e roedores, que podem transmitir a bactéria.

Fonte: ANVISA

segunda-feira, 22 de junho de 2009

DIVIRTA-SE SEM TROCAR O BURACO DO CINTO!


Natal, virada de ano, páscoa, aniversários, festas juninas... diversas festas ocorrem ao longo do ano, e claro que ninguém quer perder uma oportunidade de se divertir né?! Mas e como fica a saúde e a boa forma com tantas opções de guloseimas? Siga as dicas abaixo e aproveite as festas sem trocar o buraco do cinto!

  • Faça um lanche saudável antes da festa, assim você evita comer tudo o que vê pela frente, mesmo sem estar com muita vontade.

  • Preste atenção no que está comendo ou bebendo, pois com a animação, geralmente perdemos a noção do que comemos, assim você terá mais controle do que come na festa e principalmente irá se sentir satisfeito com o que come.

  • Tenha prazer com cada escolha, saboreie deliciosamente, e não fique pensando na próxima porção que será servida.

  • O mais importante é concentrar-se no que consumiu, e não ficar pensando no que não consumiu.

  • Não faça da comida a principal atração da festa. Divirta-se! Desvie o seu foco da comida conhecendo pessoas novas, dançando e conversando.

  • Se sentiu que comeu muito na festa, não inicie um jejum e nem fique se sentindo culpado. A alimentação saudável não se resume a uma refeição, assim só é necessário que faça escolhas mais saudáveis durante as outras refeições.

RECEITAS PARA O FRIO


O inverno chegou, e com esses dias de frio (muito frio!), sempre dá aquela vontade maior de comer, uma maneira de o corpo se manter aquecido. Para esquentar o corpo e não ganhar alguns quilinhos extras, nada melhor do que apelar para as sopas nessa época do ano.

Aproveite essas receitas de sopas a seguir, leves e bastante nutritivas. Bom apetite!


Sopa de Abóbora

Ingredientes:
- ½ kg de abóbora

- 1 cebola média
- 2 dentes de alho
- 2 talos de aipo
- 1 litro de caldo de frango
- 1 colher chá de óleo
- ½ xícara de cebolinha

Modo de preparo:
Refogue a abóbora, cebola, alho, aipo e o óleo. Aos poucos, adicione o caldo de frango e deixe cozinhar. Depois de cozido, deixe esfriar um pouco, bata no liquidificador e depois retorne ao fogo até engrossar. Salpique a cebolinha e sirva.



Canja de Galinha

Rendimento: 1 porção
Valor calórico: 192,2 Kcal/porção

Ingredientes:
- 1 pedaço de frango (100 gr.)

- 1 colher de sopa arroz cru
- 1/2 batata crua descascada em cubos
- 1/2 cenoura média
- 1 colher sobremesa cebola picada
- 1 colher café de óleo
- 500 ml água
- sal
- 1 colher de salsa

Modo de Preparo:
Cozinhar o frango em uma panela com a água, o sal, a batata, a cenoura, a cebola e a salsa. Quando o frango estiver macio, colocar o arroz e manter no fogo.Depois de tudo cozido, desfiar o frango. Servir c/ salsa picada.



Sopa de Tomate

Rendimento: 1 porção
Valor calórico: 182,2 Kcal/porção

Ingredientes:
- 1 xíc. Tomate

- 50 ml leite (1 xic. Cafezinho)
- 50 g carne picada (2 colheres sopa)
- 1 colher sopa cebola
- 1 colher chá margarina
- 1 colher chá farinha de trigo
- sal

Modo de Preparo:
Cozinhar a carne em uma panela com a água, o sal, o tomate, e a cebola. Deixar em fogo brando até a carne ficar macia. Separar a carne e passar tudo no liquidificador. Levar a mistura novamente ao fogo, adicionando a farinha desmanchada no leite e mexer até engrossar. Quando o frango estiver macio,colocar o arroz e manter no fogo. Ao retirar do fogo, acrescentar a margarina. Servir a sopa com a carne picada dentro.



Sopa de Couve-Flor

Ingredientes:
- 2 chuchus

- 2 maços grandes de couve-flor
- 2 litros de leite desnatado
- 1 cebola média picada
- 1 colher sobremesa de margarina light
- sal e cheiro verde a gosto

Modo de preparo:
Descasque o chuchu e corte em partes. Separe os buquês da couve-flor e coloque-os numa panela com o leite. Cozinhe, esfrie e bata no liquidificador. Volte para o fogo brando e deixe fervendo até obter a consistência desejada. Refoque a cebola na margarina, adicione à sopa e acrescente sal e cheiro verde.



Sopa de Legumes

Rendimento: 1 porção
Valor calórico: 134,9 Kcal/porção

Ingredientes:
- 2 colheres de sopa de carne picada (50 gr.)

- 1 colher sopa vagem
- 1/2 cenoura média
- 1 colher sopa cheia de abóbora picada
- 1/2 batata pequena
- 1 colher sopa tomate picado
- 1 colher sopa repolho em tiras
- 1 colher sopa cebola picada
- 1 colher café de óleo
- 500 ml água
- sal

Modo de Preparo:
Refogar a carne com o óleo, o tomate, a cebola e o sal. Juntar a água e deixar cozinhar lentamente. Juntar o legumes e cozinhá-los até que fiquem bem macios.

domingo, 21 de junho de 2009

OBESAS TEM MAIS DIFICULDADES DE ENGRAVIDAR


Todos podemos perceber o quanto a obesidade está aumentando nos dias atuais, sendo considerada até uma epidemia mundial por médicos e profissionais da área da saúde. O excesso de peso age de forma importante em vários aspectos da saúde, atuando inclusive na fertilidade.

Em estudo realizado pelo Fertility (Centro de Fertilização Assistida), que avaliou a influência do IMC, da alimentação e da prática de atividade física nas taxas de fertilização e gestação de 489 pacientes, foi constatado que a obesidade prejudica a qualidade dos óvulos, reduz as taxas de fertilização e aumenta as chances de aborto.

O estudo apontou que no grupo com IMC maior, a taxa de fertilização foi menor e as chances de aborto aumentaram em quase duas vezes. Da mesma maneira, observou-se que as pacientes consumidoras de refrigerante à base de cola, independentemente da idade, têm duas vezes menos chance de engravidar. Com relação à atividade física, destaca-se a influência positiva dos exercícios para o tratamento de infertilidade, com redução do risco de aborto nas pacientes que praticavam alguma atividade física.

Então, pessoal que está com dificuldade para contatar a cegonha, ela atende mais fácil se você perder peso e praticar exercício regularmente!!!

Fontes:
  • Abeso
  • Moura MD, Carneiro MM, Reis RM. Análise crítica da injeção intracitoplasmática de espermatozóides (ICSI). Reprod. clim. 1998;13(4):209-13.

terça-feira, 16 de junho de 2009

FUGINDO DE GRIPES E RESFRIADOS

Inverno (e também outono, dependendo da região), época de frio que favorece, e muito, as gripes e resfriados, viroses das quais ninguém de nós parece conseguir fugir, teimando em nos deixar cansados, indispostos, com o corpo dolorido e muitas vezes necessitando de cuidados médicos.

Uma alimentação saudável é capaz de ajudar a evitar e até diminuir os efeitos de uma gripe, fortalecendo nosso sistema imunológico e criando defesas orgânicas para combater o vírus. Frutas, verduras, legumes, cereais e leguminiosas, carnes magras, peixes e aves sem pele, ovos, leite e derivados, de preferência com pouca gordura, são alimentos recomendados para aqueles que desejam evitar os transtornos causados pela gripe.

Apesar de a ciência ainda não ter comprovado que megadoses de vitamina C pode prevenir e curar resfriados, sabe-se que ela tem efeito anti-histamínico, podendo ajudar a reduzir os sintomas. Por isso, abuse de frutas ricas nessas vitaminas, como laranja, limão, bergamota, morango, etc.


Dicas para fugir da gripe ou diminuir os seus sintomas:
  • tenha hábitos alimentares saudáveis;

  • beba pelo menos de 8 a 10 copos de água por dia, a qual deixa os cílios pulmonares mais fortes e amolece o muco, facilitando o trabalho desses cílios;

  • faça lavagens nasais com solução fisiológica e assoe o nariz sempre que possível;

  • não utilize desacongestionantes, antiinflamatórios ou xaropes sem consultar um médico;

  • crianças e idosos devem se vacinar no início de outono, entre os meses de março e maio;

  • se você já está com gripe, o repouso é fundamental para uma recuperação mais rápida!


Fonte: SALGADO, Jocelem M. Alimentos Inteligentes. São Paulo: Prestígio, 2005.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

ALIMENTAÇÃO INFANTIL

Nos dias atuais, todos sabemos o quanto é importante para a saúde da criança ser amamentada no peito. O aleitamento materno é a prática isolada que mais previne mortes infantis, assim como favorece a saúde física, mental e psíquica da criança e da mulher que amamenta. Recomenda-se que o leite materno seja dado à criança por 2 anos ou mais, devendo ser exclusivo nos primeiro 6 meses de vida.

O Ministério da Saúde recomenda que sejam seguidos os dez passos seguintes para uma alimentação saudável de crianças menores de 2 anos:

  • Dar somente leite materno até os seis meses, sem oferecer água, chás ou quaisquer outros alimentos.

  • A partir dos seis meses, oferecer de forma lenta e gradual outros alimentos, mantendo o leite materno até os dois anos de idade ou mais.

  • A partir dos seis meses, dar alimentos complementares (cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas e legumes) três vezes ao dia, se a criança receber leite materno, e cinco vezes ao dia, se estiver desmamada.

  • A alimentação complementar deve ser oferecida de acordo com os horários de refeição da família, em intervalos regulares e de forma a respeitar o apetite da criança.

  • A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida de colher; começar com consistência pastosa (papas / purês) e, gradativamente, aumentar a sua consistência até chegar à alimentação da família.

  • Oferecer à criança diferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é uma alimentação colorida.

  • Estimular o consumo diário de frutas, verduras e legumes nas refeições

  • Evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas, nos primeiros anos de vida. Usar sal com moderação.

  • Cuidar da higiene no preparo e manuseio dos alimentos; garantir o seu armazenamento e conservação adequados.

  • Estimular a criança doente a se alimentar, oferecendo sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos, respeitando a sua aceitação.

domingo, 14 de junho de 2009

AÇÚCAR MASCAVO x AÇÚCAR BRANCO


Há muitas dúvidas sobre a diferença entre o açúcar mascavo e o açúcar refinado. Especialmente para diabéticos, a hesitação em substituir um pelo outro é muito grande....

O açúcar mascavo tradicional é obtido diretamente da concentração do caldo de cana recém-extraído, processo que não utiliza os aditivos químicos que são usados para o processo de branqueamento e clarificação. Sua cor pode variar do dourado ao marrom-escuro, dependendo da variedade e da estação do ano em que a cana é colhida.


Já o açúcar de mesa passa por um processo de refinamento. O açúcar mascavo, por não passar pelo mesmo processo, mantém as vitaminas e sais minerais da cana-de-açúcar. Apesar disso, a diferença calórica e de carboidratos não são significativas, como mostra a tabela a seguir:

Podem ser observadas diferenças quanto às quantidades de cálcio, magnésio, fósforo e potássio, que são maiores no açúcar mascavo. Porém, isso não quer dizer que pessoas com diabetes e com excesso de peso tenham que preferir o açúcar mascavo, pois o que deve ser considerado nessas situações são os valores de calorias e de gramas de carboidratos que vão interferir na glicemia (glicose no sangue), sendo importante observar que o açúcar mascavo eleva a glicemia e adoça tanto quanto o açúcar comum.

As necessidades dos minerais presentes no açúcar mascavo podem ser supridas com outros alimentos que não contenham valores tão altos de calorias e de carboidrato. Para tanto, uma consulta com o profissional nutricionista é importante. Assim, é possível conhecer como seria uma alimentação quantitativa e qualitativamente adequada para cada caso, em relação à energia, carboidrato, gorduras, proteínas, vitaminas e sais minerais, para viver de forma saudável.

terça-feira, 9 de junho de 2009

A ALIMENTAÇÃO CERTA PARA O SEU ESPERMATOZÓIDE


Sua alimentação pode estar agindo na dificuldade que você e sua parceira estão tendo para engravidar!
Foi constatado, em estudo recentemente publicado na revista ‘Fertility and Sterility’, a existência da relação entre a dieta ingerida pelos homens e a qualidade do sêmen produzido por eles.

Durante 4 anos de estudo, realizado em dois centros de infertilidade de Alicante e de Murcia, os cientistas analisaram a associação entre os hábitos alimentares e exposição a contaminantes no local de trabalho e a qualidade do sêmen dos pacientes atendidos nas clínicas. O objetivo foi descobrir se a ingestão de vitaminas, que agem como antioxidantes, poderia afetar a qualidade do sêmen. Essas moléculas, que estão presentes nos alimentos tais como frutas cítricas, pimentas e espinafre, reduzem o nível de estresse oxidativo, melhorando a concentração de esperma, bem como a sua mobilidade e morfologia.

Participaram do estudo 61 homens, dos quais 30 tinham problemas reprodutivos, enquanto que os outros 31 permaneceram como controle. Observou-se que, entre os casais que chegavam à clínica com problemas de fertilidade, os homens com sêmen de boa qualidade ingeriam mais vegetais e frutas (mais vitaminas, ácido fólico e fibras e menos proteínas e gorduras) do que aqueles homens com baixa qualidade de sêmen.
A dúvida que ficou para novos estudos é se há diferença entre tomar estas vitaminas naturalmente pelos alimentos e consumi-las através de suplementos...


Fonte:
SINC

segunda-feira, 8 de junho de 2009

TESTE DE QUALIDADE DO AMENDOIM


Junho, tempo de festas juninas, muita pipoca, quentão, pamonha, pinhão, pé-de-moleque e muitos outros quitutes saborosos. Sendo o amendoim uma presença constante nessas festas, a PRO TESTE Associação de Consumidores realizou a avaliação da qualidade de algumas marcas desse alimento presentes no mercado.


A marca de amendoim cru Kisabor foi reprovada por conter altos teores de aflatoxina, uma toxina produzida por fungos, perigosa para a saúde e potencialmente cancerígena. Com efeito cumulativo no organismo, a substância, quando consumida em doses elevadas, pode causar cirrose, hepatite B e hemorragia nos rins. Na gravidez, a aflatoxina pode causar mutações no feto.

O grau de contaminação observado no lote é dez vezes maior do que a lei brasileira permite. O problema não se repetiu em outros lotes testados do mesmo produto, mas o fato de haver um lote com um nível tão alto de contaminação já é motivo para preocupação. A PRO TESTE solicitou à Anvisa e ao Ministério da Agricultura a interdição e o recolhimento do mercado do lote 03073 do amendoim cru da Kisabor.

Observando os resultados encontrados, e sabendo que a legislação caracteriza os produtos com aflatoxina em excesso como impróprios para o consumo, podemos perceber que existem falhas no controle dos produtos comercializados no Brasil.



OBS:

  • Também se constatou erro de classificação vegetal em um dos produtos testados: o Nippon, que tem padrão de qualidade abaixo da que afirma ter.

  • As marcas testadas foram: Agtal; Chinezinho; Dori; Dr. Oetker; Hikari; Iracema; kisabor; Mendorat; yoki e Nippon.

terça-feira, 2 de junho de 2009

segunda-feira, 1 de junho de 2009

ALIMENTAÇÃO E SAÚDE ÓSSEA


Em uma recente revisão bibliográfica publicada no Sports Health, um estudo multidisciplinar concluiu, mais uma vez, o quanto uma nutrição adequada é essencial para a saúde óssea das pessoas de todas as idades e de todos os níveis de atividade física.


Ronald Zernicke, Ph.D., diretor do Bone & Joint Injury Prevention & Rehabilitation Center da Univeridade de Michigan, e seus colegas realizaram uma revisão de estudos dos últimos 50 anos sobre o papel da dieta no tecido ósseo, mais especificamente os efeitos de dietas ricas em proteínas, gorduras ou carboidratos sobre a saúde do esqueleto.




Com base na ampla revisão da literatura científica, Zernicke e sua equipe fazem as seguintes recomendações alimentares para ter ossos saudáveis:

  • A proteína é extremamente importante para o adequado crescimento ósseo, principalmente em crianças e atletas jovens e fisicamente ativos.


  • Evite alimentos e bebidas pobres em nutrientes (como açúcares, bebidas carbonatadas - como refrigerantes, ou alimentos com elevado teor de sódio ou de gordura saturada), pois o consumo destes irá causar a falta dos nutrientes essenciais para o desenvolvimento saudável do corpo e dos ossos.


  • Consuma alimentos que contenham ômega-3 (como peixes e nozes), frutas e vegetais ricos em potássio e fibras e proteína animal ou vegetal de alta qualidade para garantir a adequação de vitaminas e minerais.


  • Se ocorrer deficiências dietéticas, suplementos (como o cálcio ou carbonato de cálcio citratos) podem ser utilizados para reforçar a saúde dos ossos (sempre com orientação de um profissional).

  • Atletas devem consumir pelo menos 1.200 a 1.500 mg de cálcio por dia, comendo alimentos lácteos com baixos teores de gordura e de sódio, folhas verdes (como espinafre, couve e brócolis) ou suplementos.

Fonte: UMHS Newsroom


OBS:

Não podemos nos esquecer da importância de se tomar banhos de sol diariamente por cerca de 15 a 30 minutos, como forma de ativar a vitamina D - nutriente essencial na absorção do cálcio pelos nossos ossos.

domingo, 31 de maio de 2009

SUPER VITAMINA E



Também conhecida como tocoferol, essa vitamina é um dos maiores antioxidantes naturais existentes, e sua presença no organismo é fundamental para impedir a oxidação das gorduras pelos radicais livres, especialmente nas células nervosas (neurônios), evitando as lesões do cérebro (composto de gordura na sua maior parte). Além disso, a vitamina E tem um efeito protetor sobre o sistema imunológico e combate o envelhecimento e a oxidação do colesterol LDL, o mal colesterol.


As melhores fontes são:
  • óleos vegetais (girassol, soja, milho, azeite de oliva, etc.)

  • oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas, etc.)

  • gérmen de trigo

  • sementes de abóbora, girassol, gergelim e linhaça.